O que é Constelação Familiar

A Constelação Familiar – ou Constelações Sistêmicas – é um método terapêutico para encontrar soluções profundas a problemas recorrentes que se apresentam na vida das pessoas.

O criador das Constelações Familiares é Bert Hellinger, um contemporâneo filósofo alemão e terapeuta nascido em 1925

Para Hellinger, tudo tem início na família. Poderíamos imaginar a cada um de nos como fios de uma rede, na qual estamos ligados por profundos e duradouros laços históricos familiares.

O método identifica profunda e rapidamente, de uma forma inovadora, como se produzem os problemas no sistema familiar. Mostra claramente os padrões de conduta repetitivos que perduram ao longo das gerações de uma forma inconsciente.

Podemos ocupar inconscientemente lugares e destinos de outras pessoas de nossa historia familiar, podendo gerar dificuldades de vários tipos e graus, desde problemas emocionais a doenças físicas e mentais.

Em alguns casos a incapacidade de prosperar e alcançar a auto realização não pode ser explicada somente a partir da história pessoal, existe algo mais. Esse algo mais é demonstrado pela visão sistêmica das constelações, através da história familiar.

O sistema familiar opera sob certas ordens que Bert Hellinger denominou Ordens do Amor, que são os princípios reguladores que ordenam o fluxo evolutivo dos sistemas familiares.

É necessário conhecer, respeitar e atuar segundo essas ordens para fluir em direção à saúde e à vida. Caso contrário, o fluxo evolutivo pode se desviar, conduzindo ao sofrimento repetitivo, doenças e a morte.

A partir de um tema que desejamos solucionar, uma constelação pode revelar a origem de um sofrimento e mostrar uma forma de libertação ou solução, que nos permita reconectar o fluxo evolutivo do nosso sistema familiar e recuperar alguma ordem que tinha sido interrompida.

Desta forma permitimos que uma força maior nos conduza em direção a soluções possíveis, capazes de curar as feridas da alma pessoal e familiar.

 

Aplicações das Constelações Familiares

O método das constelações tem um caráter universal, pois pode ser aplicado a todas as áreas dos relacionamentos humanos.

Auxilia na superação de bloqueios no crescimento e no desenvolvimento da própria personalidade. Ajuda a pessoa a ficar em harmonia e paz com sua história familiar, especialmente quando esta é particularmente confusa.

Esclarece, aprofunda e facilita as relações dos pais com seus filhos, dos casais, entre irmãos e entre os demais familiares vivos ou mortos.

Engloba também a vida profissional, ajudando a tomar decisões importantes.

As constelações revelam conexões entre doenças físicas e emocionais como medos, depressão ou neuroses aos acontecimentos da historia familiar, fazendo-o enxergar os caminhos da sanação, trazendo alivio ao consultante.

Pode ser aplicado em workshops terapêuticos para indivíduos, assim como em escolas, instituições, empresas e campos sociais maiores.

 

Metodologia do trabalho de constelações

 

O trabalho com constelação sistêmica pode ser realizado em grupo (workshop) ou individualmente. Nele, o constelador (terapeuta) centra-se em seu íntimo e deixa de lado as próprias crenças e valores pessoais para acompanhar aquilo que se apresenta.

Em grupo, o cliente escolhe participantes presentes no workshop para representar membros da sua própria família ou da situação que deseja constelar. Por exemplo, num conflito entre pai e filho, o cliente poderia escolher uma pessoa para ser ele próprio e a outra para ser o seu filho se fosse este o caso.

Essas pessoas (os representantes) assumem uma postura “neutra” dentro do campo da constelação, sem nenhuma intenção. A partir de então os representantes começam a ter sentimentos, estados anímicos e movimentos espontâneos, que surgem do próprio “campo” de informações do sistema de quem consulta.

Esses sentimentos e movimentos que os representantes executam “sem intenção” revelam algo que permanecia oculto na consciência do sistema familiar de quem consulta.

Os representantes, sem ter nenhuma informação racional sobre esse sistema, mostram com altíssima fidelidade a trama vincular do mesmo.

Uma espécie de diagnóstico de imagens dos emaranhados familiares, que muitas vezes podem estar repetindo-se por gerações no inconsciente familiar.

Os representantes trabalham ao “serviço” do sistema de quem consulta e como espelho de uma situação emergente, para ser mostrada a todos os integrantes do grupo.

O trabalho pode acontecer também diretamente com o próprio cliente dentro da constelação, o que depende muito de cada caso.

A aprendizagem é para todos os integrantes, não só para quem constela.

Benefícios

 

 

A Constelação Familiar – ou Constelações Sistêmicas – é um método terapêutico para encontrar soluções profundas a problemas recorrentes que se apresentam na vida das pessoas.

O criador das Constelações Familiares é Bert Hellinger, um contemporâneo filósofo alemão e terapeuta nascido em 1925.

Para Hellinger, tudo tem início na família. Poderíamos imaginar a cada um de nos como fios de uma rede, na qual estamos ligados por profundos e duradouros laços históricos familiares.

 

O método identifica profunda e rapidamente, de uma forma inovadora, como se produzem os problemas no sistema familiar. Mostra claramente os padrões de conduta repetitivos que perduram ao longo das gerações de uma forma inconsciente.

Podemos ocupar inconscientemente lugares e destinos de outras pessoas de nossa historia familiar, podendo gerar dificuldades de vários tipos e graus, desde problemas emocionais a doenças físicas e mentais.

Em alguns casos a incapacidade de prosperar e alcançar a auto realização não pode ser explicada somente a partir da história pessoal, existe algo mais. Esse algo mais é demonstrado pela visão sistêmica das constelações, através da história familiar.

O sistema familiar opera sob certas ordens que Bert Hellinger denominou Ordens do Amor, que são os princípios reguladores que ordenam o fluxo evolutivo dos sistemas familiares.

É necessário conhecer, respeitar e atuar segundo essas ordens para fluir em direção à saúde e à vida. Caso contrário, o fluxo evolutivo pode se desviar, conduzindo ao sofrimento repetitivo, doenças e a morte.

A partir de um tema que desejamos solucionar, uma constelação pode revelar a origem de um sofrimento e mostrar uma forma de libertação ou solução, que nos permita reconectar o fluxo evolutivo do nosso sistema familiar e recuperar alguma ordem que tinha sido interrompida.

Desta forma permitimos que uma força maior nos conduza em direção a soluções possíveis, capazes de curar as feridas da alma pessoal e familiar.

O que se pode trabalhar numa constelação

Como é um trabalho de pulsação da vida, do fluir, então tudo que está relacionado com a vida pode ser trabalhado, desde que traga um significado importante para você.

Alguns dos temas trabalhados em uma constelação podem ser:

  • Conflitos familiares (pais, filhos, irmãos, tios, avôs);
  • Conflitos entre casais;
  • Dificuldade em lidar com perdas de parentes, pessoas queridas ou parceiros;
  • Dificuldade em relacionar-se de uma forma geral;
  • Dificuldade em comunicar-se;
  • Problemas de saúde;
  • Conflitos entre sócios, funcionários e clientes;
  • Problemas laborais, financeiros.
  • Dificuldades em tomar decisões.
  • Enfim, todo aquilo que pode estar fazendo sofrer, sem achar caminhos de solução.

É uma mirada diferente, um novo paradigma.

“A verdadeira viagem de descobrimento não consiste em procurar novas paisagens, e sim em ter novos olhos”.

Marcel Proust

 

Minha experiência como constelador sistêmico

Como terapeuta, percebo a pessoa “como um todo” (corpo-emoções – mente-espírito) inserida em um sistema familiar com uma historia que traz um significado, um sentido a recuperar.

Um precioso “tecido” que pode ser reconfigurado, um mistério que pode ser “revelado” um sofrimento que pode ser solucionado ao encontrar o livre fluxo da vida pulsando por gerar mais conexões, consigo mesmo, com os outros e com o mundo.

A partir de um tema que o consultante deseja solucionar, uma constelação pode revelar a origem de um sofrimento e mostrar uma forma de libertação ou solução, que lhe permita reconectar o fluxo evolutivo do seu sistema familiar e recuperar alguma ordem que tinha sido interrompida.

Desta forma permitimos que uma força maior nos conduza em direção a soluções possíveis, capazes de curar as feridas da alma pessoal e familiar.

Na minha experiência como facilitador de constelações, não deixo de me surpreender pela capacidade de atingir a raiz profunda de um problema e simultaneamente encontrar uma solução, em apenas uma sessão.

Aqui no Brasil, o sou um dos poucos médicos psiquiatras que aplicam o método de Constelação Familiar Sistêmica. Também ministro cursos de formação de constelação familiar, prátiaca que tanto vem ajudado na resolução de conflitos nas pessoas.

 

Outras Perguntas Frequentes

 

O que significa “constelar um tema”?

Constelar um tema é uma das maneiras de se participar de um workshop ou de um atendimento individual. A pessoa que escolhe constelar um tema é denominada de cliente. O (A) cliente traz um tema pessoal que quer trabalhar. O constelador explora o tema com algumas perguntas e pede para o cliente escolher pessoas que irão representar determinados papéis. O cliente coloca os representantes no centro do círculo formado por los participantes e o constelador irá acompanhar a dinâmica que vai surgindo.

O que significa Assistir ou Participar como Representante?

Nesta forma de participação, a pessoa ficará apenas disponível para participar ou não de alguma constelação. Poderá também fazer perguntas entre as constelações sobre qualquer assunto relacionado.

O que é um sistema?

Sistema são um grupo de pessoas ou coisas, que permanecem unidos ou vinculados, em função de um interesse comum ou forças que os permeiam, independente de que tenham consciência ou não.

Quanto tempo dura uma sessão de constelação familiar?

A duração de uma constelação familiar é imprevisível, pois depende do sistema que esta sendo trabalhado, do tema, dos representantes e do constelador. Pode durar de 5 minutos a 1 ou mais horas. Uma coisa importante de esclarecer é que o tempo de duração de uma constelação não possui nenhuma relação com o efeito que ela terá no cliente e nos representantes.

Como participar de um workshop de constelação familiar?

Todos que tiverem o interesse em participar de um workshop, tanto para assistir e representar em constelações de outras pessoas como para constelar uma questão própria, podem comparecer nos workshops de constelação familiar do Instituto Koziner.

É possível me tornar um terapeuta de constelações?

Sim. É possível se tornar um terapeuta – ou facilitador – de constelações familiares. Não há uma necessidade de experiência prévia com a psicoterapia ou outros campos da saúde. Oferecemos no Instituto Koziner um Curso de Formação de Constelação Familiar.

 

 

 

Entre em contato conosco





Seu Nome (campo obrigatório)

Seu Email (campo obrigatório)

Telefone (campo obrigatório)

Mensagem

Siga-nos nas redes sociais!